Qual o peso ideal para meu pet?


Qual o peso ideal do meu cão? As festas de fim de ano sempre nos deixam com um pouco de consciência pesada, seja pelas guloseimas ingeridas, pela falta de tempo (ou vontade) de ir à academia ou pela roupa ficando um pouco mais apertada. De qualquer forma já nos preparamos para as promessas de Ano Novo, já planejando um novo regime, novos hábitos, uma nova academia ou caminhadas diárias, já pensando em voltar a forma.

Mas...e nossos pets ?


Qual seu peso ideal e como saber se também precisam entrar numa dieta? Em primeiro lugar é importante dizer o peso tem influência direta sobre a saúde dos cães. Temos culturalmente a impressão que se o cão não estiver muito magro está ok, que um pouquinho de sobrepeso não tem problema e é, afinal, até bem gostoso de se pegar no colo, apertar, passar a mão. Mas ao contrário do que se pensa cães acima do peso tem comprovadamente maior incidência de diversas doenças, incluindo problemas de coluna, doenças hormonais ou até cânceres. Por outro lado diversas pesquisas apontam que cães que são mantidos magros durante sua vida adulta vivem mais e melhor. Isso mesmo! Manter o cão mais magro não só faz com que ele fique menos doente mas também faz com que viva mais! Afinal, qual o peso ideal para meu pet? Não tem exatamente um número mágico para cada raça, até porque o peso que vemos na balança reflete o peso em gordura, água, órgãos e musculatura. Isso quer dizer que um cão sedentário com mais massa gorda pode ter o mesmo peso que um cão, da mesma raça e tamanho, mas atlético e com bastante musculatura, assim como acontece com nós, seres humanos. O ideal é levá-lo numa consulta veterinária, de preferência com um especialista nutrólogo, para avaliar não só seu peso mas a distribuição de gordura e massa muscular e saber se assim está no peso ideal ou se precisa ajustar sua dieta. Ixi, meu cão está acima do peso, o que fazer agora? Diante da constatação que seu cão está acima do peso o veterinário irá, juntamente com a família, definir qual a melhor forma de ajudar seu cãozinho a voltar ao peso ideal. A forma mais eficaz é com uma dieta controlada e atividade física, partindo de um princípio básico de matemática: o que come, menos o que gasta, é igual a menos peso na balança. Esse é só um ponto de partida pois alterações hormonais também interferem no ganho ou perda de peso do paciente. Se for um cão cuja família não possa incluir caminhadas no seu dia-a-dia uma dieta mais restrita será necessária. Se o cão costuma caminhar bastante, apenas pequenos ajustes na dieta podem ser necessários, como a troca de ração por exemplo. Dietas caseiras também são bem vindas, desde que formulada e balanceada por um veterinário nutrólogo, que tomará cuidado para que todos os nutrientes necessários estejam presentes na dieta. Se você tem dúvidas sobre qual a melhor dieta para seu cão leia aqui nosso artigo qual a melhor dieta para meu pet.

Gostou do artigo?

Assine já !

ARTIGOS RECENTES

© 2017 Vanessa Muradian

Todos os direitos reservados